domingo, 25 de janeiro de 2015

Mapa mundial do consumo de bebidas alcoólicas

Baseado em dados da Organização Mundial da Saúde, mapa revela a preferência do consumo de bebidas alcoólicas em diversos países. A divisão foi feita em vinho, cerveja e destilados. As médias informadas são semanais.

O Brasil, com já era de se esperar, tem um consumo inexpressivo de vinho, com a cerveja liderando com folga (1651ml), seguida pelos destilados (126ml). O vinho fica com apenas 47ml. Veja:

Os hermanos argentinos, por sua vez, tem um consumo de vinho bem superior ao nosso:

A liderança, em matéria de vinho, é francesa:

Se você quiser conhecer os dados de outros países, clique aqui para acessar o mapa interativo!

Vi essa dica no Twitter da Bourgogne Live.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Piper-Heidsieck é o novo Champagne oficial do OSCAR

A casa de Champagne Piper-Heidisieck anunciou um acordo, válido por 3 anos, em que será a fornecedora oficial da bebida para o OSCAR, o famoso prêmio concedido pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences, em Hollywood.

Antes da cerimônia do Piper-Heidisieck, serão servidos dois Champagnes da casa: Cuvée Brut e Rosé Sauvage.

Mas a cereja do bolo virá depois, na festa de comemoração que ocorre após a cerimônia, na Governors Ball: nada menos que o RARE. 

Já tive oportunidade de provar esse Champagne fantástico numa degustação em Paris! Espetacular desde a embalagem!

Fonte e foto da Brut: PRNEWS

domingo, 18 de janeiro de 2015

Qual é a margem do restaurante? Conheça o Raisinable!

Um aplicativo para celulares, lançado recentemente, traz uma proposta interessante: saber qual o "markup", ou seja, a margem que o restaurante cobra em comparação com o preço de mercado do vinho. 

Esse tema, que já rendeu muita polêmica - não só aqui no Brasil, mas mundo afora -  está longe de  caminhar para um consenso.

E esse aplicativo coloca o dedo na ferida. O Raisinable compara o preço dos vinhos em diversos restaurantes de Londres e Nova Iorque com os valores de mercado, usando como base de dados o consagrado Wine-Searcher, o site que é, atualmente, a grande referência mundial de preços de vinhos. 

O aplicativo coloca o percentual de margem utilizada pelo restaurante em cada um dos seus rótulos. 

Pode-se verificar as variações dentro da carta de um mesmo estabelecimento:



Naturalmente, esses percentuais podem ser objeto de questionamento. Como o aplicativo usa o preço de mercado, ou seja, o preço final para o consumidor, a margem do restaurante pode ser ainda maior, pelo fato de que, normalmente, o estabelecimento paga um valor menor do que o consumidor.

De qualquer modo, é uma idéia interessante! Baixe o aplicativo na App Store, gratuitamente, para iPhone e iPad por meio deste link.

Aliás, temos algo semelhante, relativa ao preço das importadoras aqui no Brasil, feita pelo amigo Oscar Daudt. A última foi feita em agosto e você pode conferir clicando aqui.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Château La Bécade 1976

Hoje, resolvi abrir uma garrafa que comprei numa viagem a Paris. Trata-se do Château La Bécade 1976. E é justamente a safra que me fez adquirir essa garrafa. Não por acaso, trata-se do meu ano de nascimento! 

Como já era de se esperar, podia-se ver, ainda com a garrafa fechada, muito sedimento. Tal como já fiz em outras oportunidades, deixei a garrafa em pé por alguns dias. Neste caso, ficou na adega do Restaurante Dom Francisco, da 402 sul, em Brasília. Aliás, foi ali que provei o vinho. 

A rolha não estava colaborando e foi um tanto complicado retirá-la da garrafa, tarefa muito bem desempenhada pelo sommelier da casa, Joaldo Lima, ladeado pelo seu colega Fabiano Lopes. Mesmo com o rompimento, não houve sequer uma partícula sobre o vinho!

Passando o vinho ao decanter, ele se mostrou bem límpido e brilhante - sinal de que a providência de deixar a garrafa em pé foi eficiente para deixar os resíduos no fundo.

Com o vinho já na taça, pode-se verificar que os aromas estavam um tanto fechados. Em compensação, não revelou notas de oxidação, indicando que se podia esperar um vinho ainda vivo na boca (algo que a aparência também sugeria). De fato, na boca, ainda revelava acidez e taninos equilibrados.

O vinho não mostrou grande complexidade, mas se revelou muito agradável e serviu para provar mesmo um Bordeaux simples pode resistir ao tempo com elegância e proporcionar muito prazer, mesmo sendo quase um quarentão! 

sábado, 10 de janeiro de 2015

Teste seus conhecimentos! Jogo grátis da WSET para iPhone e Ipad

A edição de fevereiro de 2015 (sim, ela já está disponível) da revista britânica DECANTER trouxe algumas dicas de aplicativos para smartphones ligados ao vinho. Um bem interessante consiste no WSET Wine Game. 

O objetivo do jogo é que você identifique país, região e sub-região de origem de cada rótulo.


Uma boa notícia: você não paga nada pelo jogo. Basta clicar aqui e baixar no iTunes. Divirta-se!


A má notícia (para quem não usa os dispositivos da Apple): por enquanto, só está disponível para iOS, ou seja, para iPhone e iPad.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Nova tabela de safras da Mistral

Recebi, há algumas horas, um e-mail de Boas Festas da Importadora Mistral. Nele, havia um link direcionado à nova versão da tradicional tabela de safras que eles oferecem aos consumidores. Também há uma pequena tabela de temperatura de serviço de vinhos.

Resolvi compartilhar aqui, pois acho bem útil! Esta versão é feita para ser impressa, mas você pode usar o arquivo .pdf, caso prefira ter em meio digital. Clique aqui para baixar!


sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Grande Prova de Vinhos Brasileiros

ENCERRADA A MAIOR PROVA DE VINHOS BRASILEIROS 

Chega ao final a maior prova de vinhos do  Brasil reunindo grandes experts e surpreendendo pela qualidade aferida


A Grande Prova Vinhos do Brasil, maior degustação às cegas de vinhos brasileiros aconteceu durante os dias 08 e 12 de dezembro no Rio de Janeiro, com curadoria do expert Marcelo Copello, e um corpo de jurado altamente qualificado. A prova, que chega à sua quarta edição, reuniu cerca de 700 vinhos que foram avaliados em 22 categorias, das quais sairá a classificação dos melhores vinhos do Brasil disponíveis no mercado. Este ano o evento contou com a presença de renomados jurados de fora do país, como João Pires, escanção português, o único Master Sommelier de língua portuguesa, que destacou a qualidade dos espumantes Bruts avaliados e sua surpresa com os Merlot; " Os espumantes confirmaram ser o que há de melhor no Brasil e os Merlots foram uma bela surpresa". 

O júri, era ainda composto por profissionais de vários estados, contando com representantes do comitê técnico o Instituto Brasileiro do Vinho (IBRAVIN), parceiro do evento, da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS), de jornalistas especializados e de sommeliers premiados.

Gilberto Pedrucci, presidente do Sindivinho e também membro do Juri, destacou a importância do evento para o setor “é um evento importantíssimo para divulgação do vinho brasileiro, colocando a prova a qualidade que certamente existe em todo segmento”

 “O melhor desta iniciativa é seguir acompanhando o crescimento qualitativo dos vinhos brasileiros, surpreendendo até mesmo os colegas jurados e poder apresentar ao mercado um resultado expressivo, confiável,  que encanta a todos”, relata Sergio Queiroz, um dos organizadores do evento. 


Um ponto de destaque a encantar a todos foi o cenário deslumbrante da praia de Copacabana, vista das janelas dos salões do Rio Othon Palace Hotel onde aconteceu o evento. 


Um filme sobre o evento pode ser visto no link: https://www.facebook.com/riowineandfoodfestival

Conheça as categorias que serão avaliadas:

1. ESPUMANTE BRUT BRANCO
2. ESPUMANTE BRUT ROSÉ
3. ESPUMANTE EXTRA-BRUT, NATURE BRANCO
4. ESPUMANTE PROSECCO/GLERA
5. ESPUMANTE MOSCATEL BRANCO
6. ESPUMANTE DEMI-SEC, BRANCO
7. ESPUMANTE MOSCATEL E DEMI-SEC ROSÉ
8. BRANCO CHARDONNAY
9. BRANCO SAUVIGNON BLANC
10. BRANCO GEWURZTRAMINER
11. BRANCO MOSCATO
12. BRANCO DE OUTRAS CASTAS E CORTES BRANCOS
13. TINTO CABERNET SAUVIGNON
14. TINTO MERLOT
15. TINTO TANNAT
16. TINTO PINOT NOIR
17. TINTO CABERNET FRANC
18. TINTO MARSELAN
19. TINTO DE OUTRAS CASTAS
20. CORTES TINTOS
21. ROSÉS
22. DOCES E FORTIFICADOS

O Anuário Vinhos do Brasil 2015 é uma publicação bilíngue, editada em parceria entre o grupo Baco Multimídia e o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), trazendo um panorama completo da indústria do vinho brasileira, das regiões produtoras, dos vinhos, do enoturismo,  sendo hoje a principal referência editorial do setor, seja no Brasil ou no exterior, onde é distribuído em mais de 100 postos e embaixadas pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE)

Os jurados:

  1. Marcelo Copello, predidente do juri (Grupo BACO Multimídia)
  2. João Pires, Master Sommelier português
  3. José Santanita, escanção português da empresa Wine Senses 
  4. Ricardo Farias, presidente da ABS Rio
  5. Deise Novakoski, sommelier e colunista de O Globo
  6. Celio Alzer, consultor do supermercado Zona Sul
  7. Gilberto Pedrucci, presidente do Sindivinho.
  8. André Peres Jr., enólogo e representante do comite técnico do Ibravin
  9. Valdiney Ferreira, coordenador do curso Negócios do Vinho da FGV
  10. Éder Heck, sommelier e gerente do restaurante Mr Lam.
  11. Homero Sodré, consultor de vinhos
  12. Jô Sodré, professora de vinhos do SENAC
  13. Paulo Prado, sommelier
  14. Roberto Rodrigues, ABS Rio
  15. Paulo Decat, diretor de degustação da ABS Rio
  16. Sergio Cardoso, ABS Rio e autor do software Adegas & Vinhos
  17. Sergio Queiroz, (Grupo BACO Multimídia)

  18. Auditor: Darci Dani, do comitê técnico do Ibravin.

    Baco Multimídia: www.bacomultimidia.com.br

domingo, 7 de dezembro de 2014

Bebo, logo existo: Guia de um filósofo para o vinho



Numa palavra: inusitado! Assim pode-se resumir esta obra do filósofo inglês Roger Scruton.

Numa linguagem ácida, Scruton traz uma abordagem do vinho que foge do lugar-comum. Em "Bebo, logo existo: Guia de um filósofo para o vinho" cujo título original "I Drink Therefore I Am: A Philosopher's Guide to Wine" foi traduzido e  - coisa rara - respeitado na edição brasileira, o autor traz desde sua relação pessoal e histórica com o vinho até reflexões filosóficas profundas, fazendo com que um tema permeie o outro. 

Embora alguns trechos iniciais possam assustar o leitor, como, por exemplo "Sem a ajuda da bebida vemos uns aos outros tais como somos, e nenhuma sociedade humana pode ser construída sobre uma base tão frágil.", não há com o que se preocupar, pois a lucidez predomina, ainda que com uma contundência incomum. Se você é da turma do "politicamente correto", esqueça este livro!

Trechos relativos a temas mais contemporâneos também estão presentes: "É inútil tentar descrever o sabor do Lafite. Seu efeito no nariz, na língua e no palato não pode ser expresso em palavras, e tampouco devemos considerar com outro sentimento além do desprezo o novo hábito, demonstrado pelos críticos americanos como Robert Parker, de atribuir pontos a cada garrafa como se fosse uma corrida a vencer. Atribuir pontos a um Clarete é o mesmo que se atribuir pontos a sinfonias - como se a sétima de Beethoven, a sexta de Tchaikovsky, a número 39 de Mozart e a oitava de Bruckner estivessem todas pairando entre o 90 e o 95."

De modo geral, tem-se uma leitura agradável. Só achei um tanto enfadonho um capítulo dedicado à ontologia. Provavelmente, isso se deve ao meu analfabetismo filosófico.

Algo que parece incomodar o autor consiste na posição muçulmana quanto à proibição do álcool. Ele aborda o tema em diferentes capítulos, sempre defendendo que essa interpretação do Alcorão estaria incorreta.

O livro possui um apêndice, no mínimo, curioso. Filósofos como Platão, Aristóteles, Santo Agostinho e Descartes, entre muitos outros, recebem uma análise - uma mais aprofundadas do que outras - de seus pensamentos e qual seria o vinho adequado para "harmonizar" com a leitura dos textos de cada um. E Scruton deixa suas opiniões bem claras: Enquanto sugere Vino Nobile de Montepulciano para Tomás de Aquino, "água de alcatrão" é a pedida para acompanhar Berkeley.

Vale a leitura! A editora, no Brasil, é a Octavo. 


terça-feira, 25 de novembro de 2014

World Wine oferece descontos de até 70% nessa 5ª Edição do Black Friday



World Wine oferece descontos de até 70% nessa 5ª Edição do Black Friday
Das 00h até às 23h59 do dia 28 de novembro, sexta-feira, amantes e interessados em vinhos podem conferir uma seleção de 20 rótulos com descontos de até 70%
A World Wine, importadora e distribuidora de vinhos, participa da 5ª edição do Black Friday Brasil, evento que promete grandes descontos e movimentar o comércio varejista. A partir da 00h do dia 28, os apreciadores de um bom vinho poderão abastecer sua adega e terão a sua escolha uma seleção de 20 rótulos com preços bem atrativos. Os descontos chegam até 70% e é uma excelente oportunidade para conhecer alguns renomados vinhos, como:

- Vinho tinto italiano Togliano Merlot DOC 2010 (de R$99,00 por R$48,90)
- Vinho tinto francês Côtes du Rhône Nature Rouge 2010 (de R$ 95,00 por R$49,90)
- Vinho branco italiano Thou Bianc Chardonnay DOC 2010 (de R$95,00 por R$28,50)
- Vinho tinto italiano Rosso del Soprano IGT 2009 (de R$198,00 por R$89,90)
- Vinho tinto francês Château Carignan Prima 2009 (de R$180,00 por R$99,90)
- Vinho branco italiano Pinot Grigio "Grivó" DOC, Volpe Pasini, 2012 (de R$109,00 por R$53,90)
- Vinho tinto Barbera d'Alba DOC, Paolo Scavino, 2011 (de R$152,00 por R$89,90)
- Vinho branco italiano Anima Umbra Bianco IGT, Arnaldo Caprai, 2012 (de R$78,00 por R$29,90)
- Vinho tinto argentino Caitec Malbec 2009 (de R$50,00 por R$24,90)
- Vinho tinto espanhol Art..., Bodegas y Viñedos Luna Beberide, 2009 (de R$247,00 por R$99,90)

Esses vinhos podem ser comprados em qualquer uma das lojas da World Wine em São Paulo, Rio de Janeiro e Ribeirão Preto; ou através do televendas e site.

Serviço:
Site www.worldwine.com.br
Televendas
Capitais: 4003 - 9463
Demais Localidades: 0800 880 9463

Lojas:
World Wine Jardins, São Paulo
Rua Padre João Manuel, 1269 - Jardins - Tel. 3085-3055

World Wine Amauri, São Paulo
Rua Amauri, 255 - Itaim Bibi - Tel. 3168-1255

EAT... Empório Restaurante - Vila Olímpia, São Paulo
Av. Doutor Cardoso de Melo, 1191 - Tel. 5643-5353

World Wine Ribeirão Preto
Rua João Penteado, 420 - Boulevard - Tel. 16 3931-6008

World Wine Rio de Janeiro
Shopping Mall - 1º piso - Tel. 21 2422-4614 

1º WINE FRIDAY


1º WINE FRIDAY

Thanksgiving Day, Black Friday e agora Wine Friday! O final de novembro é a época do Dia de Ação de Graças, um dos feriados mais tradicionais da cultura norte americana. Nesta data muitas lojas promovem liquidações gigantescas para a troca de estoque. Aqui no Brasil a tradição chegou faz pouco tempo, mas agradou em cheio. E por que não fazer isso também com os vinhos?
  
Numa iniciativa inédita na cidade, a Art Du Vin, em parceria com a Enoteca Decanter, realizam em Brasília o 1º WINE FRIDAY, um evento que chega com a proposta de popularizar e desmistificar o mundo do vinho, oferecendo a bebida a bons preços e conquistando novos consumidores. Juntas, as duas marcas irão oferecer quase 200 rótulos para degustação e compra. Todos com descontos! 

A Sexta do Vinho tem a mesma conotação do Black Friday. Os amantes do vinho poderão degustar produções de 15 países, enquanto escolhem os seus favoritos para reabastecerem sua adega e já garantir as compras para as festas de final de ano. 

Dentre alguns destaques do evento, estão Brunello di Montalcino DOCG; o espanhol Marqués de Murrieta Reserva; e os chilenos Tabalí Reserva Especial Syrah e Tabalí  Reserva Especial Blend.

Outras boas compras para rechear sua adega e presentear neste fim de ano, são o Malbec Luigi Bosca 2011 e o Amarone Albino Armani 2008, que, de R$ 249,50, será vendido por R$ 199,60, além do badalado e premiado espumate Ferrari Perlé 2007.

Durante o Wine Friday, serão usadas taças de cristal para a degustação do tipo Bordeaux para vinhos e flutes para os espumantes, da marca alemã Schott Zwesel, e todas deverão ser retornadas na saída do evento.

Os organizadores do evento são Marcos Rachelle, da Art du Vin e José Filho, da Enoteca Decanter de Brasília.
Marcos Rachelle
José Filho

Serviço: 1º Wine Friday Brasília 2014

Data: 27 e 28 de novembro 
Local: Espaço Patricia Buffet (ASSEFE - SCES,Trecho 1, Conjunto 1, Lote 7)
Horário: 18 às 22hs
Convite antecipado: R$ 90,00 Individual (Por dia)
Convite no dia: R$ 140,00 Individual (Por dia)

Pontos de vendas:
Art du Vin
QI 03 Bloco D loja 8 Térreo Ed. Medical Plaza; (61) 3365-4078

Enoteca Decanter
SCLS 208 Bloco A lojas 16/20; (61) 3349-1943
Garanta já o seu ingresso antecipadamente!

domingo, 23 de novembro de 2014

Uma degustação (gratuita) dos sonhos para os apreciadores de Champagne!

Imagine provar, à vontade, nada menos do que 16 dos melhores rótulos de afamadas casas produtoras de Champagne. Inclua, dentre esses rótulos, Blanc des Millénaires 1995, de Charles Heidsieck, Cuvée Sir Winston Churchill 2000, de Pol Roger e Cristal 2006, de Louis Roederer.

Isso tudo parece muito bom, mas nos leva a achar que custará uma pequena fortuna. E se essa degustação fosse, por assim dizer, gratuita? Parece bom demais para ser verdade, não é mesmo?

Mas, há quase um ano, eu tive a singular oportunidade de participar dessa degustação inesquecível! Foi na Lavínia, renomada loja de vinhos em Paris. A organização foi ótima, pois limitou a entrada das pessoas ao número estabelecido originalmente, de modo que foi possível ter acesso (por mais de uma vez, em alguns casos) aos estandes de cada produtor com tranquilidade, sem tumulto.

Quando eu digo que uma degustação desse nível pode ser "gratuita", eu me refiro ao fato de que os 50 euros que você paga pelo ingresso são reembolsáveis em qualquer compra realizada no noite do evento, desde que em valor igual ou superior a 100 euros! Mesmo se não houvesse o reembolso, já seria espetacular!

Eu tomei conhecimento dessa chance excepcional por uma dica do amigo Wandel da Rocha, grande conhecedor de vinhos, radicado em Paris, editor do excelente site http://www.rendezvous.com.br/. Aliás, ele também esteve nessa degustação, com a sua namorada Raissa, co-editora do mencionado site (ambos estão na foto abaixo):


E por que estou trazendo isso só agora? O motivo é simples: a Lavínia anunciou mais uma edição, para o dia 12 de dezembro de 2014. Pelos mesmos 50 euros, igualmente reembolsáveis. Boa parte dos vinhos são os mesmos da edição passada:

Nicolas Francois 2002 de Billecart-Salmon, Grande Année 2004 de Bollinger, Blanc des Millénaires 1995 de Charles Heidsieck, Cuvée William Deutz 2002, Dom Pérignon 2004 et Plénitude 2 1998, Cuvée Josephine 2004 de Joseph Perrier, Grande Cuvée de Krug, Grand Siècle & Cuvée Alexandra 2004 (Rosé) de Laurent-Perrier, Cristal 2006 de Louis Roederer, Belle Époque 2006 de Perrier-Jouët, Clos des Goisses 2005 de Philipponnat, Rare 2002 de Piper-Heidsieck, Sir Winston Churchill 2002 de Pol Roger, Cuvée Louise 2002 & Les Clos Pompadour de Pommery, Dom Ruinart 2004, Comtes de Champagne 2005 de Taittinger, La Grande Dame Brut 2004 de Veuve Clicquot Ponsardin.

Você pode fazer sua reserva pelo site da Lavinia. São apenas 118 vagas! Se você tiver a sorte de estar em Paris neste período, não perca! Eu, infelizmente, não estarei lá...

Nessa noite mágica, em 10 de dezembro de 2013, foram servidos os seguintes Champagnes:

Grand Siècle, de Laurent-Perrier

Cristal 2006, de Louis Roederer



Grande Cuvée, de Krug


La Grande Dame 2004


Dom Pérignon 2004


Clos des Goisses 2004, de Philipponnat


Rare 2002, de Piper-Heidsieck


Blanc des Millenaires 1995, de Charles Heidsieck


Cuvée Sir Winston Churchill 2000, de Pol Roger


Comtes de Champagne 2004, de Taittinger


Cuvée Joséphine 2004, de Joseph Perrier


Armand de Brignac Brut


Cuvée Nicolas François Billecart 1999, de Billecart-Salmon


La Grande Année 2004, de Bollinger


Amour de Deutz 2005, de Deutz


Belle Époque 2006 de Perrier-Jouët

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

BRASÍLIA WINE HOUSE 2014

Brasília recebe, de 6 a 8 de novembro, o Brasília Wine House 2014, evento em que será possível degustar e comprar rótulos do mundo todo! Será no Shopping Iguatemi. 

Confira a programação:


Aproveite também as palestras e minicursos (inscrição prévia necessária - vagas limitadas):

Mais informações: https://www.facebook.com/BrasiliaWineHouse

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Uma belíssima viagem pelo Dão!

O amigo Francisco Guedes, enviou-me um vídeo espetacular contendo o programa "Verdade do Vinho", da TV portuguesa RTP2. O episódio foi ao ar no último dia 21 e traz uma belíssima "viagem" pela região do Dão. Há, ainda, uma prova de vinhos harmonizados com o fabuloso queijo da Serra da Estrela, conduzida por Fernando Melo. 

Entre as vinícolas mostradas no programa estão algumas que tive a oportunidade de visitar em 2010, quando o amigo João Tavares de Pina organizou-me um inesquecível roteiro pelo Dão, incluindo, ainda, passagem pela Bairrada e pelo Douro.

Uma dessas vinícolas que visitei foi a Quinta dos Carvalhais. Apenas a título de curiosidade, registro que o enólogo Manuel Vieira, que trabalhou desde 1985 no grupo Sogrape, passou, desde dezembro de 2013, a conduzir os trabalhos da Quinta do Pinto, na região de Lisboa.

Outra vinícola que tive a oportunidade de visitar e que também aparece nesse episódio é a Vinha Paz, onde conheci o proprietário Henrique Moniz (confesso que não sabia, até ver o programa, de sua condição de surfista!).

Mas já falei demais! Aprecie este belo programa:

 

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

WSET Nível 1 em Brasília, nos dias 3 e 4 de novembro

The Wine School oferece Curso WSET Nível 1 em vinhos 
Estão abertas até o dia 17 de outubro as inscrições para o curso WSET Nível 1 em Vinhos que estaremos realizado 
em Brasília nos dias 3 e 4 de Novembro. 


The Wine School é pioneira no Brasil e na América do Sul em oferecer os cursos de vinhos e destilados da famosa escola inglesa Wine & Spirit Education Trust - WSET. Em quase 10 anos de atividade, a instituição já formou mais de oito mil alunos em diferentes programas e cursos nas principais capitais, além de outros países com Chile e Colômbia. Em 2012, a escola foi nomeada da empresa Riedel como uma das 10 melhores escolas de vinho do mundo pelo número de alunos que obtiveram altas qualificações nas avaliações WSET. No ano seguinte, três alunos da The Wine School receberam a mais alta qualificação mundial no Nível 2 Intermediário em Vinhos e Destilados WSET.

Após as inscrição, os alunos receberão material didático do curso para melhor aproveitamento do conteúdo nas aulas práticas.

Curso de Vinhos Nível 1, em Brasília
Local: Bierfass Lago - SHIS QL 10 Lote 09 - Pontão do Lago Sul

Data: 3 e 4 de Novembro


Carga horária: 8 horas de curso (2 dias das  19h às 23h)
Investimento: R$ 800,00 - à vista, via depósito, ou transferência bancária, concedemos 5% de desconto. Para pagamento com cartão de crédito,  confirmar condições.

Para inscrições e maiores informações, favor entrar em contato claudia@thewineschool.com.br

Tel. (011)2737 9212 / (011)99680 2460 

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Onde comprar (ou beber) vinho em Paris? Ambassade de Bourgogne

O bairro de Saint-Germain-des-Prés tem muito mais a oferecer do que cafés lotados de turistas (muitos brasileiros, inclusive), de altíssimo custo e de qualidade, por vezes, duvidosa. 

Se você procura um lugar para comprar ou beber vinhos em Paris (e gosta de vinhos da Borgonha), este é um endereço obrigatório: Ambassade de Bourgogne. O nome já se mostra bem sugestivo. Com ambiente simples e agradável, essa verdadeira embaixada oferece uma enorme gama de vinhos oriundos da Borgonha. 

Um misto de loja com bar de vinhos. Talvez, essa seja a melhor definição do estabelecimento.


A primeira vez que estive lá foi em março de 2013. Na ocasião, tive o prazer de provar um Volnay 1er Cru Clos des Chênes Vaudoisey 1998. Como você vê na foto, o rótulo estava destruído. Muitíssimo diferente do conteúdo! 

Aliás, um dos grandes atrativos são justamente os vinhos de safras mais antigas (normalmente, os rótulos estão em bom estado). Há vinhos de todo preço. Se você preferir tomar o vinho em garrafa ali mesmo, terá de arcar com os 15 euros de taxa de rolha.

Se não quiser pagar taxa de rolha, pode optar por aqueles servidos vinhos em taça, cuja seleção varia periodicamente. Para acompanhar, há alguns petiscos, como tábuas de queijos e os imperdíveis gougéres (um parente distante do pão de queijo).

O endereço?

6, rue de l'Odéon, 75006


Indo a Paris, não perca!