quarta-feira, 27 de agosto de 2014

sábado, 23 de agosto de 2014

ATREVINHO faz promoção de até 30% de desconto!

Confira a promoção que a ATREVINHO está fazendo até o próximo dia 27. Os descontos vão de 15% até 30%, dependendo do valor do pedido.


Os contatos devem ser feitos via e-mail: invaneteoliveira88@gmail.com. Clique na imagem abaixo para ampliar:




Instituto Cervantes realiza degustações de vinhos espanhóis

Na última terça-feira, estive no Instituto Cervantes de Brasília para uma degustação de vinhos espanhóis, muitíssimo bem apresentada pelo Carlos Valério Borges, da Importadora B-Cubo

Nesta primeira degustação, o tema foi a região de Rioja. Ótimos vinhos da região foram servidos, inclusive o Solar de Líbano Crianza 2009.

E ainda haverá mais 3 degustações, em que o tema serão outras 4 regiões vinícolas espanholas: Toro, Rueda, Somontano e Ribera del Duero. Confira a programação completa abaixo:

  Degustação de vinhos da Espanha



Uma viagem pelo mundo de aromas e sabores dos melhores vinhos das principais regiões da Espanha. Esta é a proposta do ciclo de degustação de rótulos espanhóis, que o Instituto Cervantes Brasília lançará neste segundo semestre, em parceria com a importadora B-Cubo. A região escolhida para dar início ao projeto é Rioja, seguida de Toro e Rueda (17 de setembro), Somontano (28 de outubro) e Ribera del Duero (19 de novembro).
De acordo com enólogo e diretor da B-Cubo, Márcio Moualla, a região de Rioja é tida por muitos especialistas como uma das cinco mais importantes regiões vinícolas do mundo. “É apelidada, inclusive como a ‘Bordeaux da Espanha’, quando ao final do século 19, produtores franceses iniciaram o cultivo de uvas na localidade”, ensina o especialista. Na primeira noite de degustação, os apreciadores poderão conhecer melhor seis rótulos: Iuvene Branco, Solar de Libano (tinto), Solar de Libano Crianza (tinto), Pagos del Caminho (tinto), Dominio de Conte Reserva (tinto) e Digma (tinto).
Proporcionalmente, a Espanha é o país com a maior área de vinhedos em todo o mundo: são mais de um milhão de hectares cultivados, ao longo de mais de sessenta regiões de denominações origem. A rica variedade de regiões, diversidade de microclimas e diferentes influências de tradições e culturas, é fácil deduzir porque a diversidade de vinhos espanhóis é tão grande. Vale conferir uma amostra guiada por este universo, confira a programação:


17/09 - quarta-feira, 19h
Regiões de Toro e Rueda
Toro é uma região vinícola localizada em Castella e Leão, especificamente na província de Zamora, no noroeste da Espanha. Seu nome (touro, em português) descreve a força e potência dos vinhos produzidos na região. Sua tradicional vitivinicultura data de séculos antes de Cristo, quando os romanos estabeleceram seus primeiros vinhedos exatamente após invadirem o território espanhol.
Rueda é um município espanhol da província de Valladolid, localizado a cerca de 170 km a noroeste de Madrid, em Castilla e León. Conta com meios naturais muito favoráveis para a produção de vinhos de alta qualidade, sendo uma zona especializada na elaboração de vinhos brancos, de amplo reconhecimento internacional. A uva verdejo é a estrela dessa região.

 Vinhos de Toro: Carodorum Vendimia Seleccionada (tinto), Carodorum Issos Crianza (tinto), Carodorum Selección Especial (tinto) e Carodorum (tinto).
Vinhos de Rueda: Carodorum Verdejo (branco)

28/10 – terça-feira, 19h
 Região Somontano: O nome literalmente significa "ao pé do monte" e define perfeitamente sua área geográfica, já que se trata de uma região de transição entre o vale do rio Ebro e os Pirineus, no nordeste da Espanha. Devido à proximidade da fronteira com a França, até meados do século XX a maioria dos vinhos lá produzidos adquiriram um caráter especial, que o tem mantido até então. No final de 1980, e depois de estabelecer a sua categoria de denominação de origem, apareceram novas adegas e variedades de uvas francesas, como Chardonnay e Cabernet Sauvignon.
Vinhos: Laus Flor de Chardonnay (branco), Laus 700 ALT (branco com madeira), Laus Flor de Merlot (rosado), Laus Roble (tinto), Laus Crianza (tinto), Laus Reserva (tinto) e Laus 700 ALT (tinto).

 19/11 - quarta-feira, 19h
Região Ribera del Duero: Nas últimas décadas, a região conquistou uma enorme e merecida reputação pela altíssima qualidade de seus tintos, entre os melhores do mundo. São rótulos com grande concentração e potência, intensos, muito elegantes, complexos e harmônicos. Na região predominam as uvas tintas, sendo a Tempranillo a principal delas - conhecida também pelos nomes de Tinta del País ou Tinto Fino.
Vinhos: Albillo (branco), Nuestro 10 (tinto), Nuestro Crianza (tinto) e Nuestro 20 (tinto)
Serviço
Ciclo de degustação de vinhos Espanhóis
Instituto Cervantes e importadora B-Cubo
19 de agosto: Região Rioja
17 de setembro: Regiões Toro e Rueda
28 de outubro: Região Somontano
19 de novembro: Região Ribera del Duero
SEPS 707/907 Lote D Asa Sul
Horário: 19h
Informações: 3242-0603
Espaço Cultural Instituto Cervantes
C.I: 18 anos
Valor: R$ 70,00 por dia de curso (em cheque ou cartão)
Vagas limitadas 

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Sabores das Nações em clima Português



Em sua segunda edição, a Pires de Sá Vinhos em parceria com o grupo Mulheres de Sucesso, realiza no dia 20 de agosto, na embaixada de Portugal, o evento Sabores das Nações. Os convidados “vão” apreciar os vinhos, a gastronomia e a rica cultura das terras lusitanas. 

Confirmada a presença do gerente de exportação da Enoport Miguel Ramos, e das importadoras: Domno do Brasil, Adega Alentejana, Vinissimo, Mistral, Zahil, Porto Mediterrâneo, e a distribuidora Art du Vin. A gastronomia será recheada de petiscos portugueses:
Sardinhas fornecidas pela peixaria do Guará e preparadas pelo chef Rodrigo Sanchez. Bolinhos e punhetas de bacalhau do restaurante Oliver, a famosa sopa de pedra do restaurante Dalí Camões, caldo verde do Potiguar Caldos, pizza portuguesa da Santa Pizza, croquetes de carne do restaurante Antiquarius Grill, degustação de azeites portugueses da Companhia do Azeite, e os deliciosos pastéis de Belém do Bistrô do Manuel.

Para animar a noite, a presença da cantora Janette Dornellas, cantando os famosos fados e o dançarino Marcelo Amorim com as danças portuguesas.  O convite custa R$100 e parte da renda será destinada ao Instituto Chamaeleon, que cuida de crianças e adolescentes vítimas de maus tratos e abuso sexual. 



Informações e convites na Pires de Sá - 707/907 - Edifício Samarino 3º andar sala 309.  Tel: 613443-5797

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Um belíssimo branco da Borgonha. Sem Chardonnay! Nem Aligoté!

Toda vez que se fala em vinho branco na Borgonha (Bourgogne, em francês), o que vem à mente são vinhos feitos à base de Chardonnay. E não é por acaso. A casta responde por nada modestos 48% de todo o vinhedo borgonhês. A Pinot Noir, que reina soberana entre as tintas, tem 34%. A Gamay, por sua vez, 10%. 

A branca Aligoté, também conhecida por produzir o vinho branco utilizado na receita original do Kyr, responde por 6% dos vinhedos. 

E, naturalmente, essa fama da casta na Borgonha também deriva do fato de que os mais proeminentes brancos da região, como Montrachet ou Corton-Charlemagne - apenas para citar dois, são feitos com a gloriosa Chardonnay, que ganhou o mundo, sendo produzida em praticamente todo canto. Hoje, no entanto, não vou falar (mais) dela.

A Sauvignon Blanc, ou simplesmente Sauvignon, também tem seu lugar, ainda que diminuto, no Borgonha. E há, ao norte, próximo a Chablis, uma AOC dedicada a ela: Saint-Bris. Essa AOC é bem recente, pois data de 2003. Antes disso, era uma VQDS e se chamava Sauvignon de Saint-Bris.

O exemplar que tive a oportunidade de provar foi o Domaine des Temps Perdus, de Clotilde Davenne, 2013. Este belo vinho branco, com nariz bem cítrico, mostrou-se com grande frescor. Na boca, uma acidez no ponto certo, aliada a um corpo médio. Muito bom!

Em tempo: se você fez as contas dos percentuais e notou que ficou faltando algo, aqui vai mais uma informação: Sauvignon, César, Pinot Beurot, Sacy, Melon, além de outras poucas castas, respondem pelos 2% restantes. Isso tudo com base no site oficial da região. 

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

"A Espanha deveria mostrar ao mundo que sabe elaborar e vender vinhos caros", diz Angelo Gaja

Dificilmente alguém, no mundo do vinho, fica indiferente a Angelo Gaja. Uns o veneram, outros o odeiam. 

O produtor, famoso pelos seus vinhos, feitos no Piemonte - embora também produza em outras regiões, e pelas opiniões contundentes, deu, recentemente, uma entrevista ao El Confidencial, da Espanha.

Trago aqui alguns trechos da entrevista, em tradução livre. 

El Principal - Como você vê a Espanha?
Angelo Gaja - Eu a conheço através do vinho e da restauração. Na cozinha, adquiriu um nível de notoriedade que, por exemplo, a Itália não conseguiu. Quanto ao vinho, em cerca de 10 anos, a Espanha conseguiu se tornar referência mundial na relação qualidade-preço e, agora que já tem isso ganho, deveria tentar construir o vértice superior dessa pirâmide e começar a mostrar que sabe elaborar e vender vinhos caros. 

E como se faz isso?
O mais difícil não é elaborar um vinho bom e caro e vendê-lo. O difícil é manter-se assim, ano após ano. Um vinho pode ser caro porque, além de ser bom, tem uma quantidade limitada e sua demanda cresce. E há um momento em que não se pode melhorar a qualidade até o infinito. E é aí onde entra a responsabilidade e o trabalho de cada um. E não é um trabalho fácil, tem que viajar muito, fazer publicidade, assumir custos.

Em que consiste, exatamente, esse trabalho?
Em saber contar bem sua história, ser crível. Não conheço nenhuma bebida que represente tão fielmente o solo, a tradição e a cultura como o vinho. Tem que voltar à origem. Eu sempre digo aos meus colegas de outras vinícolas que pesquisem bem a história da região onde produzem, que a façam sua e viagem para contá-la. Deveriam, inclusive, criar escola de "narradores" no setor do vinho.


Gostou da entrevista? Então confira a íntegra clicando aqui

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Brasília recebe o Decanter Wine Day 2014 no dia 5 de setembro, com 90 rótulos!

Confira os detalhes do evento!

Além dos vinhos divulgados no texto abaixo, recomendo provar os seguintes:

- Ferrari Perlé Brut 2006
- Ferrari Maximum Rose
- Riesling Trocken 2011, da Keller
- Spätburgunder Ahr "Blauschiefer" QbA 2009, da Meyer-Näkel
- Cinsault Viejas Tinajas 2012, da De Martino
- Rioja Reserva Selección de la Família 2006, da Luis Cañas


No dia 5 de setembro acontece em Brasilia a Segunda Edição do Decanter Wine Day. O evento especialmente preparado para os amantes do vinho é promovido pela Enoteca Decanter e permite aos participantes degustar 90 rótulos de 11 países, como Alemanha, Argentina, França, Brasil, África do Sul, entre outros a R$ 100 por pessoa.

O evento contará com a presença do sommelier oficial da Decanter, Guilherme Corrêa que fará uma breve apresentação dos vinhos e também ficará disponível, durante a degustação, para esclarecer possíveis dúvidas do público. Em sua bagagem profissional, ele ostenta os títulos de bicampeão brasileiro pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS) e melhor sommelier da América Latina pela Alianza Panamericana de Sommelier (APAS), ambas filiadas à Association de la Sommellerie Internationale (ASI).

  • AIWS Best Brazilian Sommelier 2006 / 2009 ABS/ASI
  • Finalist Best Sommelier of the Americas 2009  APAS/ASI

Dentre os rótulos de destaque no evento, estarão disponíveis: os italianos Barbera d'Alba 2010 (148,80) e Barolo 2009 (434,20); os portugueses Quinta da Gaivosa Douro 2008 (252,40) e Eskuadro e Kompassu Tinto 2010 (53,30). Entre os uruguaios, destaque para bodega Bouza com o Albariño 2012 (108,00), o Coco Chardonnay Albarino 2011 (175,00) e o Monte Vide Eu 2010 (242,90).

O evento também terá degustação dos prestigiados espumantes Ferrari, do espumante Rosa de los Vientos da Patagônia e do brasileiro Lirica Brut da vinícola Hermann.



:: Serviço

Decanter Wine Day

Quando: 05 de setembro, sexta-feira - das 18h às 22h30
Onde: Quality Hotel - Setor de Multiplas atividades Sul, trecho 3
(ao lado da Leroy Merlin)
Valor do ingresso: R$ 100,00


Vendas: Enoteca Decanter Brasília
Endereço: SQS 208 - Bloco A - Lojas 16/20 - Asa Sul
Tefone: (61) 3349-1943

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O "vinho" que você pode comer!

Eu não estou falando dos vinhos de alta extração e com dezenas de meses em madeira nova, que mais parecem geléias (sim, vou continuar acentuando).

A "novidade" vem dos Estados Unidos (a empresa era originalmente de Israel) e promete trazer os benefícios dos antioxidantes do vinho sem risco de ressaca nem calorias.

Trata-de de um produto em pó chamado VINIA, elaborado pela empresa BioHarvest. Se preferir, pode consumir o produto, que custa 120 dólares para 30 dias de uso, com seu iogurte preferido ou mesmo dissolvido em água. Veja o vídeo com a matéria da Fox News.

Foto: University at Albany

Já provou vinho feito com a uva Mondeuse?

A Mondeuse Noire, segundo o livro Wine Grapes, de Jancis Robinson, tem diversos sinônimos. São eles: Gros Rouge (Vaud e Genève na Suíça), Grosse Syrah, Maldoux (Jura), Persagne (Ain), Petite Persaigne (Rhône), Plant Maldoux (Jura), Savoyan (Isère).

O vinho que provei, feito com essa uva, é o Domaine de L'Idylle. Trata-se de um vinho de Arbin, na Sabóia (Savoie, em Francês), da safra 2012. 

Ele traz muitas das características que me agradam nos tintos, atualmente: ótima acidez, com taninos  leves, apesar do desengace parcial. Um agradável amargor aparece no final. No nariz, uma leve pimenta do reino. 

A cor clara lembra um Beaujolais. Altamente recomendável. 

domingo, 3 de agosto de 2014

Degustação Viña Bisquertt no Dom Francisco





O Dom Francisco da 402 Sul realiza no dia 05 de agosto, às 20h, o jantar harmonizado em parceria com a vinícola chilena Bisquertt Family Vineyards. A apresentação será feita pelo CEO Sebastian Bisquertt e o Enólogo Consultor Alberto Antonini. Presente nos principais mercados da Europa, Ásia, América do Norte e do Sul, a Bisquertt expande sua atuação no Brasil conquistando as cartas de vinhos de renomados restaurantes. A Bisquertt Family Vineyards é uma empresa familiar. Em 2009, passou por uma reformulação para produzir vinhos premiuns e, atualmente, possui vinhedos na zona de Marchihue, considerada uma das melhores regiões do mundo pela diversidade do solo e influência costeira. O jantar custa R$165 (serviço já incluso) e as reservas podem ser feitas no Dom Francisco 402 sul (3224-1634 / 3321-0769).

Cardápio:
Amuse Buche - Pães especiais da casa e azeite aromatizado
Entrada - Salada tropical de camarões ao vinagrete de maracujá. Vinho: La Joya Sauvignon Blanc
Primeiro Prato - Penne com calabresa e funghi. Vinho La Joya Gran Reserva Syrah.
Segundo Prato - Bife de chorizzo acompanhado de legumes grelhados. Vinho: Ecos de Rulo Cabernet Sauvignon.
Terceiro Prato - Pernil de cordeiro ao forno acompanhados de batatas rústicas. Vinho: Q-Clay.
Vinho de Meditação – Tralca
Sobremesa - Mousse de chocolate com calda de frutas vermelhas.
Água mineral, café espresso, chá e petit fours.


Serviço
402 Sul - CLS 402, Bloco B, Lojas 9 a 15 - 3224-1634 / 3321-0769

Mapa das regiões vitícolas da Borgonha

Muita gente torce o nariz para a "complicação" das denominações dos vinhos da Borgonha (Bourgogne, em francês). 

São nada menos que 100 denominações! Alguns simplesmente desistem de tentar conhecê-las.

Se você não está entre os que desistiram, mas ainda não tem muita noção, um bom ponto de partida é conferir o mapa que a Bourgognes disponibiliza em seu site. Clique na imagem e baixe o PDF, de ótima qualidade!
Mapa Bourgogne

Dom Francisco comemora 26 anos com Vértice e mangarito!

Na última segunda-feira, estive no restaurante Dom Francisco da ASBAC, em Brasília, ocasião em que se comemorou os 26 anos do início das atividades do grupo Dom Francisco.

Os convidados foram recebidos com um belíssimo espumante português Vértice Millésime 2009 D.O.C. Douro. Com um ótimo balanço entre corpo e acidez, esse espumante duriense, feito pelo método tradicional, teve seu dégorgement em setembro de 2013. Numa palavra: excelente.

Na sequência, veio o Cuvée Alexandre Chardonnay 2008, da Casa Lapostolle. Infelizmente, esse vinho não lidou bem com o passar dos anos e já viu melhores dias. A cor dourada em excesso prenunciava: a acidez se foi!
Em oposição ao seu conterrâneo, o chileno Calyptra 2003 Reserva Cabernet Sauvignon saiu-se muito bem. Bem evoluído, mostrou uma agradável maciez, com taninos já domados, sem ter perdido totalmente a acidez. Prontíssimo para beber!  
Quanto aos pratos, a novidade (para mim, ao menos) foi que todos os pratos foram guarnecidos com mangarito, um tubérculo que praticamente sumiu da mesa do brasileiro e começa a retornar nos últimos anos. O chef Francisco Ansiliero, além de uma pequena produção própria, incentiva agricultores locais para o cultivo do mangarito. 

Quando usado para fazer a mousseline, fez-me lembrar um sabor intermediário entre a batata inglesa e a mandioquinha. 

Frito, lembrou mais inhame.

A foto do Calyptra é de Cristiane Mardine.

domingo, 27 de julho de 2014

Não perca: Vinum Brasilis



Começaram as vendas do primeiro lote de ingressos para VINUM BRASILIS, maior feira exclusiva de vinhos nacionais do país.

Feira pioneira que já faz parte do calendário da cidade.

Mais de 30 vinícolas, 400 rótulos distintos e buffet. Tudo incluído no valor do ingresso.

Ingresso: R$ 60,00 (meia entrada) por dia.

Dias: 13 e 14 de Agosto (quarta e quinta-feira)

Local: Faculdade Iesb 613/614 sul (L2 Sul)

Horário: Das 17:00 às 22:00

Ingressos pelo telefone: 61- 8412 9781 

NÃO HAVERÁ VENDA DE INGRESSOS NO LOCAL

Quinta da Figueira (SC), Maria-Maria (mais nova vinícola de MG), Estrelas do Brasil, Era dos Ventos, Eduardo Zenker, Guatambu, Hermann, Rio Sol, Salton, Aracuri, Dom Abel, Perini, Don Bonifácio, Pericó, Máximo Boschi, Routhier & Darricarrère, Pizzato, Antonio Dias, Luiz Argenta...

domingo, 18 de maio de 2014

Casa do Vinho Famiglia Martini lança site

http://loja.casadovinho.com.br
Recebi a notícia da minha amiga Gil Vesolli. Ela é a sommelière da Casa do Vinho, em Belo Horizonte (MG).

O site permite busca por uva, país, produtor, safra, preço, tipo e tamanho.
E conta, ainda, com um serviço muito bacana. Se você não tem certeza do que comprar, quer uma dica ou tirar alguma dúvida sobre os vinhos, a Gil pode lhe atender pelo Chat, que funciona de segunda a sexta, das 9h às 13h e das 13h às 18h e, aos sábados, das 9h às 12h.
http://loja.casadovinho.com.br

Vale a pena conhecer!

sábado, 17 de maio de 2014

Uma viagem à Borgonha

Faz muito tempo que não posto um vídeo aqui no blog. Mas este merece. Vi esta dica no Facebook, dada pelo Cédric Grelin. São belíssimas imagens! Só há um problema. Fez aumentar minha saudade dessa região, que reputo a mais fantástica para produzir vinhos tintos no mundo! Neste vídeo, que está em alta definição e merece ser visto na TV, estão muitos lugares e pessoas que tive oportunidade de conhecer! Aproveite!

Adega Baco inaugura Wine Bar no Setor Sudoeste, em Brasília

A Adega Baco, do amigo Gilberto Zortea, passou a oferecer, nesta semana, mais um grande atrativo para seus clientes: um belíssimo Wine Bar.

O bar de vinhos da Adega Baco fica integrado à Adega, na Comercial 101 do Sudoeste, no Bloco A.

Uma ótima seleção de vinhos está disponível em taça, pelo sistema automatizado BytheGlass, que permite que o cliente se sirva utilizando um cartão previamente carregado com créditos. Esse sistema também é utilizado na famosa loja londrina Harrods. É possível escolher dentre diversos rótulos, que conta com vinhos brancos, rosados e tintos brasileiros, italianos, espanhois, australianos, portugueses, entre outros, com direito a Brunello di Montalcino. Destaque para o Chablis do Domaine Servin. São 16 rótulos, no total.

As doses são de 30, 75 e 150ml. Seus preços vão desde R$2,50, para o australiano Lone Kangarro Cabernet Sauvignon Shiraz 2011 (um excelente custo benefício, diga-se) até o 26,20 para o português Dúvida, de António Saramago. Em ambos os casos, a dose é de 30ml, a ideal para se provar o vinho. Todos os vinhos servidos em taça também estão à disposição em garrafa. Assim, pode-se experimentar diferentes vinhos e, se for o caso, pedir uma garrafa do preferido.

Também há espumantes, que são servidos em taça, mas fora do sistema automatizado.

E para acompanhar os vinhos, há uma ótima seleção de tábuas de frios, entradas frias (como Carpaccio) e quentes (como Cubos de filé ao vinho), além de "panelinhas".  Dentre as panelinhas, provei uma simplesmente espetacular: Polenta mole com aroma de trufa e ragu de linguiça! Imperdível, por R$16,50.
Fotos: Adriana Nasser e Mario Andrade

quinta-feira, 15 de maio de 2014

INURRIETA NO INSTITUTO CERVANTES

Na última segunda-feira, tive a oportunidade de participar de uma degustação realizada no Instituto Cervantes, em Brasília, pela Bodega Inurrieta, por meio de sua importadora no Brasil, BCubo.

Com a condução do diretor da vinícola, José Antonio Pellicer, foram degustados 7 vinhos, todos da região espanhola de Navarra (seguem os preços sugeridos no varejo):

INURRIETA ORCHÍDEA 2010 - Sauvignon Blanc (R$60,00)

INURRIETA MEDIODÍA 2012 - Garnacha (R$53,00)

INURRIETA NORTE ROBLE 2010 - Merlot e Cabernet Sauvignon (R$55,00)

INURRIETA SUR ROBLE 2010 - Garnacha, Syrah e Graciano (infelizmente, estava bouchonné) (R$55,00)

INURRIETA CUATROCIENTOS CRIANZA 2008 - Cabernet Sauvignon, Merlot e Graciano (R$79,00)

ALTOS DE INURRIETA RESERVA 2010 (a foto é do 2006, mas foi degustado o 2010) - Cabernet Sauvignon, Syrah e Petit Verdot (R$140,00)

LADERAS DE INURRIETA 2005 - Graciano (R$215)

Dentre os vinhos provados, grande destaque para o Laderas. Com alguma evolução, mostrou grande elegância, com taninos bem domados e ótima persistência. 

Também merece nota o Orchídea. Um Sauvignon Blanc austero, mais ao estilo do Velho Mundo, mineral. Muito agradável!

domingo, 20 de abril de 2014

O ENCONTRO DE VINHOS OFF É AMANHÃ!


O Feriado de Tiradentes nunca foi tão interessante: Encontro de Vinhos Off, dia 21 de abril, na Casa da Fazenda Morumbi

Aos apreciadores de vinho, a programação para o Feriado de Tiradentes já está garantida: dia 21 de abril é a data da próxima edição do Encontro de Vinhos Off.


O evento já conhecido pelos profissionais do meio do vinho está de volta e com novas atrações. Este ano, o Encontro de Vinhos Off contará com um lounge temático. Sim, a terra de Gardel mostrará o que há de melhor na Argentina: vinho, música e gastronomia.


E, por falar em gastronomia, o Encontro de Vinhos Off  terá um bistrô comandado pela empresa Voilà, que servirá pratos a preços especiais para harmonizar com os vinhos, oferecidos em um espaço super charmoso onde os visitantes poderão relaxar, conversar e recarregar as energias. Os mineiríssimos queijos artesanais estilo parmesão d´Alagoa serão apresentados pela primeira vez ao paladar do público paulistano.

O Encontro de Vinhos Off será na belíssima Casa da Fazenda e já tem como presenças garantidas: Interfood, Miolo, MS Import, Smart Buy Wines,  Ideal Drinks, Qual Vinho, Adolfo Lona, Iguaria, Carla Moraes, Manz, Vinica, Winefit e Wines of Argentina.


A Revista Prazeres da Mesa é Media Partner do evento.


Venda de ingressos:
No local do evento: R$ 60,00
Sócios ABS / SBAV: R$ 30,00 (mediante apresentação de carteirinha)


Outras informaçõeswww.encontrodevinhos.com.br

sexta-feira, 11 de abril de 2014

FORMAÇÃO SOBRE VINHOS DE PORTUGAL 2014 EM CAMPINAS


VINHOS DE PORTUGAL REFORÇA O INVESTIMENTO NO PAÍS EM 2014
A entidade que promove o vinho português tem uma série de eventos de formação programados para este ano.
A Vinhos de Portugal está começando 2014 com muito vigor e com a certeza de que este será um ano muito especial para o vinho português no Brasil. Já estão começando os cursos de formação para profissionais e formadores de opinião, que tem como ponto de partida o Rio de Janeiro, dias 1º. e 2 de abril. Para nossa satisfação, os eventos do Rio de Janeiro já estão com a lotação esgotada. Os cursos em Campinas acontecem nos dias 14 e 15 de Abril no Vitoria Hotel Concept Campinas.
Os cursos possuem dois níveis de graduação: um para iniciantes e outro para um público com mais conhecimentos. E serão ministrados pelo renomado crítico Rui Falcão.

Os cursos terão uma parada, muito em função da Copa do Mundo que acontece no País em junho e julho, e retornam em agosto, seguindo por cidades no Nordeste.
Esta, no entanto, é apenas uma das atividades programadas por Vinhos de Portugal este ano, que já começou com o Find Importer Day, evento que reuniu produtores portugueses que ainda não exportam para o Brasil justamente com potenciais importadores. Ainda em abril, a Vinhos de Portugal participará da Expovinis, maior evento de vinho do país, e fará outros eventos e road shows pelo país até o mês de setembro.

Sobre Vinhos de Portugal:
É a associação interprofissional do setor vitivinícola português, que tem como missão promover a imagem de Portugal, enquanto produtor de vinhos por excelência, valorizando a marca “Vinhos de Portugal” e contribuindo para um crescimento sustentado do volume e do valor dos vinhos portugueses, assim como da sua diversidade. Promove os vinhos tranquilos portugueses em 11 mercados e agrupa estruturas associativas e organizações de profissionais ligadas ao comércio, à produção, às cooperativas, aos destiladores, aos agricultores e às regiões demarcadas portuguesas.
Cadastro online: http://cadastro.winesofportugal.com.br/
Informações: 
inscricoes@winesofportugal.com.br

segunda-feira, 31 de março de 2014

Não perca! Wine’n Music 2014


Tive a oportunidade de ir, em outubro de 2013, à primeira edição deste evento. Espetacular! Quem perdeu, pode aproveitar a segunda edição! Confira:

Wine’n Music 2014: muito mais vinhos e músicas

Em sua 2ª edição, a festa apresenta harmonizações inéditas de vinhos e música, no dia 10 de abril, no Unique Palace



Nada é melhor para relaxar do que boa música e uma taça do vinho preferido. Aos apaixonados pela combinação, Luiz Augusto Jabour e Tiago Correia apresentam a 2a edição do Wine’n Music, que acontece dia 10 de abril, às 20 horas, no Unique Palace.

O Wine’n Music é uma oportunidade ímpar de se estar com sommeliers, enólogos ou simplesmente curiosos que se satisfazem ao degustar vinhos de excelência em um ambiente de requinte. Nesse formato, o evento propõe uma degustação descontraída e dinâmica, harmonizando estilos musicais com rótulos cuidadosamente selecionados, favorecendo uma vivência nostálgica e sensorial. 

Para cada combinação, buscou-se vinhos que compartilham histórias, sensações e lembranças com os estilos musicais apresentados. O resultado das harmonizações ficou surpreendente e será apresentado na seguinte ordem:

Bossa Nova – Scalabrone Rosé

Black’n Soul – Chateau Ste Michelle Riesling

Rock Britânico – De Martino Cinsault

Música Latina – Marques de Tomares Reserva

Samba Rock – Puro Instinto Viña Una Hectarea

House – Portônica Chip’n Dry

A festa vai oferecer, também, mais de 50 rótulos variados, servidos em mesas de vinhos temáticas: Tintos do Velho e Novo Mundo, Brancos e Rosés, Bar de drinks com vinhos e Espumantes. Os microfones ficam a cargo do cantor Rogério Midlej e de sua banda, e as pick ups com o DJ Luigi Castagnaro.

Um menu especial será servido pelo buffet Sweet Cake que promete surpreender o público esperado, que é de 800 pessoas.

Serviço

O que: Wine’n Music 2014

Onde: Unique Palace - SCES trecho 2, conjunto 42 - Setor de Clubes Esportivos Sul

Quando: 10 de abril de 2014, às 20h.

Pontos de venda:

Sweet Cake QI 21 Lago Sul;

Sweet Cake SQS 412;

El Negro - CLN 413;

Oliver Restaurante - Clube de Golfe - SCE/SUL Trecho 02 Conjunto 2 Parte B;

Parilla Madrid - CLS 408 Sul.

Ou pelos Telefones: Guto (61) 9218.8884 / Tiago (61) 8137.4410 / Gourmet Butler (61) 3797.0003

Formas de pagamento: Dinheiro ou Cartões de crédito e débito Visa e Mastercard.

Preço: R$ 250,00

Classificação indicativa: 18 anos
Telefone para contato: Guto (61) 9218.8884 / Tiago (61) 8137.4410 / Gourmet Butler (61) 3797.0003

sexta-feira, 21 de março de 2014

II Degustação Da Revista Vinum


Confira os belos vinhos franceses e norte-americanos que serão servidos. Será na próxima quinta-feira! Apenas 10 vagas!


II Degustação Da Revista Vinum

Nesta segunda prova continuamos com vinhos exclusivos e raros. Não comercializados no Brasil. Produtores de alta reputação, garimpados  para esse evento.
 

Domaine Du Collier Saumur Blanc 2010
Vinícola criada em 1999 por Antoine Foucault, filho de Charlie Foucault (proprietário do lendário Clos Rougeard). O trabalho na vinha é feito sem nenhum tratamento químico, fertilizante ou herbicida. Loire-França. 100% Chenin Blanc.

Domaine Du Collier Saumur Rouge – “La Ripaille” 2001
Vinho tinto top da vinícola. Feito de vinhas velhas, só produzido em safras especiais. A Colheita manual é empregada nesse exemplar biodinâmico de rara produção. Loire-França. 100% Cabernet Franc.

Domaine Mosse - Moussamoussettes
Espumante rosé do vale do loire, feito pelo método ancestral (co2 da primeira fermentação e sem dégorgement). Uvas Grolleau Gris, Gamay e Cab. Franc.  20 mg/l de SO2 e tampa de cerveja.

Sandhi Sta. Rita Hills Pinot Noir 2011
Vinho do renomado sommelier Rajat Parr, que após provar e servir os melhores vinhos do mundo, resolveu produzir seu próprio rótulo em território norte-americano. 100% Pinot Noir

Arnot-Roberts Legan Pinot Noir 2012
Outro vinho desse fantástico produtor que esteve presente em nossa primeira degustação com um trousseau. Vem se destacando no mundo garagista norte-americano e retorna com um pinot noir exclusivíssimo, apenas 06 barricas produzidas, só vendido por meio da lista de clientes da vinícola.

Data e Local: 27/03/14 (quinta-feira). Restaurante L´Affaire (Hotel Mercure, ao lado do Mccdonalds do Eixo Monumental).

horário: 20:00

investimento: R$ 198,00

N. de vagas: 10 (Dez)

Reservas apenas pelo e-mail: esojr@ig.com.br  ou tel. 61- 8412 9781

*As reservas só serão confirmadas mediante pagamento antecipado.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Vinhos da Abadal no restaurante Toro

Confira o evento promovido pela Enoteca Decanter de Brasília:

O PRODUTOR
Fundada em 1983 para fazer os melhores vinhos de Pla de Bages, a bodega Abadal é um projeto de ponta da família Roqueta, com 8 séculos de tradição na elaboração de vinhos na Catalunha. Foi eleita na respeitada revista inglesa Drinks International a 24ª “marca mais admirada de vinhos do mundo” por profissionais de alto nível da indústria (na Espanha apenas atrás de Torres, Vega Sicilia e Marqués de Riscal).
A REGIÃO
A denominación de origen Pla de Bages, situada nas colinas por detrás de Barcelona, há muito é terra de bons vinhos. Área rica em bosques mediterrâneos, banhada pelo sol e com importantes gradientes térmicos, recuperou seu prestígio através do entusiástico trabalho da Abadal. A filosofia da bodega é de inovação consciente, ou seja, modernidade aliada a um grande respeito pelas condições ambientais, de forma a obter vinhos que expressam antes de tudo a singularidade do território.
O ENÓLOGO
Joan Ramón Mañé estará no Brasil a conduzir degustações destes grandiosos vinhos carregados de tipicidade catalã!
A apresentação será no Restaurante Toro, especializado em Parrilla. O Toro oferece o que há de melhor na culinária do Rio Grande do Sul, Argentina e Uruguai.



Vinhos
R$ 74.10 Abadal Picapoll Pla de Bages 2011
R$ 114.40 Lafou Els Amelers 2012
R$ 74.80 Abadal Cabernet/Merlot Pla de Bages Crianza 2009
R$ 93.45 Lafou El Sender 2011
R$ 147.50 Abadal Pla de Bages Reserva 3.9 2008
R$ 325.50 Lafou de Batea Terra Alta 2007
Entrada:  Provoleta                                                                                                
Queijo Provolone de alta qualidade grelhado na parrilla formando uma crosta dourada e interior cremoso.

Prato Principal: (1 Opção)
Corte Especial Toro 320g  
Corte da capa do ancho, suculento e tenro devido ao marmoreio. Corte extremamente aromático.
Salmão el Parrilero 350g
Filé de Salmão Premium Grelhado na Parrilla com Azeite Extra Virgem.

Acompanhamentos:
Papas Toro                                                       
Batatas asterix selecionadas e deliciosamente apimentadas.
Arroz Parrillero                                                                
Arroz com ovo, lingüiça, cebola e salsinha coberto com batata palha

Sobremesa:
Piña el Fuego                                                                                         
Abacaxi direto da parrilla com calda de hortelã.

Data: 11 de Abril (Sexta-Feira)          Horário: 20h
Local: Restaurante Toro (104 Sul Bloco C)  Investimento: R$ 150,00 (Individual)
Reservas: 3349 1943 ou 3274 4472 (Enoteca Decanter)